Como otimizar o MAPI Criptografado no Riverbed Steelhead

8 de janeiro de 2016

Devido ao importante papel que o e-mail possui e observando as maneiras usuais de comunicação adotadas por empresas de pequeno, médio e grande porte, a otimização de seus serviços conquistou uma importância fundamental ao dinamismo do negócio. Se inclinarmos nossa visão diante dos investimentos imperiosos sobre a infraestrutura das empresas, notaremos que a busca pela máxima utilização de seus recursos e vantagens é ampla e considerável. Entretanto, esses níveis de utilização geram consequências na outra ponta, como aumento do tráfego e sobrecarga da rede.

Visando propor uma melhoria para todas as questões de congestionamento WAN, a Riverbed, empresa líder em seu segmento, desenvolveu maneiras para otimizar dados e em paralelo, reduzir a quantidade de tráfego que flui pelas redes dedicadas. O protocolo MAPI por sua vez, exigirá algumas configurações não triviais e indispensáveis para seu total funcionamento. E esses, serão demonstrados logo abaixo:


Topologia de um ambiente com MAPI Criptografado:

Como otimizar o MAPI Criptografado no Riverbed Steelhead_01
Imagem 1 –
Fluxograma de MAPI Criptografado

Nessa primeira etapa, devemos ingressar o Riverbed Steelhead Server-side como membro no Windows Active Directory no qual o Microsoft Exchange também pertence.

Por meio das abas na parte superior, navegue:


Configure – Networking – Windows Domain

Será preciso preencher informações a respeito do Domínio, tal como:

  • Nome do Domínio
  • Usuário (Privilégio de Administrador)
  • Password
  • Hostname do Servidor Domain Controller
  • Abreviação do Domínio

Após preenche-las corretamente, clique em  JOIN

Como otimizar o MAPI Criptografado no Riverbed Steelhead_02
Imagem 2 –
Ingressar Riverbed SH Server-side no Domínio


Boa prática:
Antes de realizar as configurações de Domínio, é recomendado que as configurações de DNS na aba Host Settings já tenham sido feitas posteriormente, tal como as configurações de Base Interfaces, pois, é necessário que a interface Primary possua comunicação com o Domain Controller.

Feitos esses procedimentos, precisamos especificar como será tratada a otimização do protocolo MAPI no Riverbed Steelhead. Para isso, navegaremos em:


Configure – Optimization – MAPI

Antes de ajustar as configurações, é preciso levar em consideração:

  • MAPI Criptografado
  • Tráfego do Kerberos Criptografado

 

  1. Caso o MAPI possua seu tráfego criptografado, assinale a opção Enable Encrypted Optimization 
  2. Caso a autenticação dependa do servidor intermediário Kerberos, esse tráfego não será otimizado.
  3. Tanto o Windows 2000 quanto o Windows 2003 Server são suportados.
  4. As configurações do Protocolo MAPI deverão ser realizadas em todos os Riverbeds Steelheads, tanto nos Clients quanto nos Servers.

Como otimizar o MAPI Criptografado no Riverbed Steelhead_03
Imagem 3 –
Configurações do Protocolo MAPI no Riverbed Steelhead

Considerações finais:

Para maior segurança as credenciais são utilizadas apenas uma vez. Isso acontece no momento em que o Riverbed Steelhead Server-side é adicionado como membro do Domínio.

Após o processo ser finalizado, as informações de usuário e senha são descartadas e não serão salvas em disco.

O DNS configurado no Riverbed Steelhead Server-side deverá ser o mesmo DNS server configurado no Domain Controller.

O Riverbed Steelhead Server-side deverá possuir total liberdade para disparar pings e obter resposta do Domain Controller. O processo inverso também é válido.

O relógio do Steelhead e do Domain Controller deverão estar em sincronismo (Para configurar NTP server, utilize a opção Host Settings, na aba Configure)

 

Referências: https://support.riverbed.com

Posts relacionados